quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Futebol: Análise ao Benfica vs Hapoel Telavive (2-0)



Foi a melhor entrada possível, a do Benfica, na edição deste ano da Liga dos Campeões. Os encarnados bateram a formação israelita do Hapoel Telavive por 2-0, golos marcados por Luisão aos 21 minutos e Cardozo aos 68.
Um jogo sem grande história, é preciso dizê-lo, em que os Encarnados dominaram o rumo dos acontecimentos durante praticamente toda a partida. Já começa a ser notória a subida de forma de alguns jogadores entre os quais Saviola e Aimar ambos com exibições bastantes consistentes e de grande qualidade, criando grandes calafrios aos defesas do Hapoel. Carlos Martins foi titular na direita e também esteve bastante bem, assim como Ruben Amorim, que começou como defesa-direito, passou por médio esquerdo e acabou como médio direito onde podia ter feito golo numa jogada de insistência. Quem também teve um dia bom foi Roberto, com defesas importantes e que deram segurança à defensiva encarnada.
De assinalar pela negativa só mesmo a "picardia" entre os adeptos e Cardozo. Os primeiros assobiaram Cardozo durante alguns lances da partida, e o segundo respondeu mandando calar os adeptos após o golo marcado. No final, na zona mista, o avançado pediu desculpa aos adeptos.
Obviamente que o ponta-de-lança Paraguaio não tem o direito de mandar calar os adeptos, mas também assobiar a equipa quando esta até está a ganhar é uma coisa que não consigo perceber. É normal os adeptos mostrarem o seu descontentamento, mas não desta forma nem com este resultado. Não esqueçam que Cardozo, no ano transacto, marcou 38 golos em jogos oficiais e foi peça fulcral na escalada até ao título nacional.
Como nota de rodapé, o outro jogo do grupo entre Lyon e Schalke teve vitória dos franceses por 1-0.
O Benfica lidera o grupo com 3 pontos, os mesmos do Lyon, mas com menos 1 golo marcado. Schalke e Hapoel ocupam as duas posições restantes no grupo.

Ficha de jogo
Data: 14/09/2010
Estádio: Estádio da Luz, Lisboa
Jornada: 1ª jornada, Fase de Grupos da Champions
Árbitro: Aleksei Nikolaev (RUS)
Auxiliares: Tikhon Kalugin (RUS) e Anton Averianov (RUS)
4º árbitro: Maksim Layushkin (RUS)
Árbitros de Baliza: Sergey Karasev (RUS) e Vladimir Pettay (RUS)

Onze do Benfica
Nº Nome 
12 Roberto
5 Rúben Amorim
4 Luisão
23 David Luiz
18 Fábio Coentrão
6 Javi García
17 Carlos Martins
10 Pablo Aimar (70')
20 Nicolás Gaitán (56')
30 Saviola (86')
7 Óscar Cardozo



Onze do Hapoel Telavive 
Nº Nome
1 Vincent Enyeama
4 Dani Bondarv
3 Douglas da Silva
6 Bevan Fransman (73')
19 Ben Dayan
14 Vermouth
27 Romain Rocchi (60')
26 Yadin
16 Era Zahavi
9 Etey Shechter
11 Ben Sahar (56')


Suplentes do Benfica 
13 Júlio César
14 Maxi Pereira (56´)
27 Sidnei
25 César Peixoto (86')
2 Airton (70')
11 Franco Jara
21 Nuno Gomes 


Suplentes do Hapoel Telavive 
22 Ben Shanan
25 Shish
10 Badier (73')
23 Kende
7 Shivhon (60')
18 Abutbul
99 Toto Tamuz (56')

 
Disciplina 

Amarelo para Etey Shechter (22') e Ben Dayan (59')

Golos
Ao intervalo: 1 - 0
1 - 0 21' Luisão

2 - 0 67' Óscar Cardozo
  

Estatísticas
Benfica / Hapoel
Posse de bola:45% / 55%

Remates(à baliza):19(11) / 6(1)
Cantos:6 / 3
Foras de jogo:3 / 8
Faltas cometidas:13 / 12
Cartões Amarelos:0 / 2
Cartões Vermelhos:0/0

Jogador da Partida (Uefa): Pablo Aimar 

Odds BetClic antes do jogo:
Benfica: 1.40
Empate: 4.25
Hapoel Telavive: 8.00

2 comentários:

  1. Mas quem pensa o Cardozo que manda calar, por quem se julga e por quem julga os sócios e adeptos do Club que lhe paga o ordenado e dá prestígio?

    ResponderEliminar
  2. Sim José, a questão não se coloca. Esteve mal na atitude que tomou e fez bem em retratar-se.
    Mas não compreendo é como é que os sócios e simpatizantes do Benfica parecem ter memória curta. Não percebi a razão de assobiar o jogador, estando o Benfica a vencer 1-0 e o jogo perfeitamente controlado. É normal as coisas nem sempre correrem bem, mas não me parece que seja por assobiarem o jogador que vão correr melhor

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...